Pages

quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Feira do Livro na UFBA



Em sua última edição do ano, a Feira do Livro promovida mensalmente pela Diretoria do Livro e da Leitura (FPC), acontecerá na UFBA, Campus de Ondina. O evento, que será realizado dia 11 de dezembro das 9h às 18h, contará com os livros de autores baianos lançados pela Fundação Pedro Calmon juntamente com livreiros e editoras como Edufba, Seg-livros dentre outras. Os livros serão vendidos a preços populares como forma de incentivo a autores baianos e promoção do livro e da leitura.



O que: Feira do Livro na UFBA
Quando: 11 de dezembro 2014 das 09h às 18h
Onde: UFBA Campus Ondina
Quanto: Livros à partir de R$5

Texto: Bruna Leite

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Narrativas Poéticas em Videoarte desde a América Latina

Clique na imagem para ampliar

Vai acontecer no dia 27 de novembro (quinta-feira), das 16h às 18h30, na Biblioteca Juracy Magalhães Jr - Itaparica, a palestra-mostra-debate "Narrativas Poéticas em Videoarte desde a América Latina"

O objetivo palestra-mostra-debate é promover a troca sobre os processos propostos por este projeto, compartilhando a investigação artística, desde sua elaboração inicial, passando pelas etapas de produção e criação, até a realização de videoarte e participação nos festivais e mostras. A proposta também é promover o debate sobre a presença da arte em nossas vidas, as formas e métodos de criação em videoarte, o pensamento latino-americano e a relação arte e cultura.

O compartilhamento dessa discussão e reflexão é um estímulo à promoção da pesquisa no campo das artes, à criação poética em videoarte e ao intercâmbio com outros lugares e culturas, promovendo uma reflexão sobre o nosso contexto de vida e nossas possibilidades e estratégias para possíveis investigações artísticas.

Além de Itaparica o projeto passará por Salvador, Feira de Santana, Teixeira de Freitas, Porto Seguro e Itabuna.

Serviço:
Palestras do projeto “Narrativas Poéticas em Videoarte desde América Latina”
Autora: Silvana Rezende
Co-autora: Karina Rabinovitz

Data: 27 de novembro de 2014 (quinta-feira), das 16h às 18h30
Local: Bibliioteca Juracy Magalhães Jr. - Rua Ruy Barbosa, s/n, Centro, Itaparica/BA

Mais informações:
Silvana Rezende – (71) 8142-5903 / Karina Rabinovitz – (71) 8163-5864

Livro Autores Baianos: Um Panorama será lançado no ICBA

Clique na imagem para ampliar
A Secretaria de Cultura do Governo do Estado da Bahia (Secult/BA), através da Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), da Fundação Pedro Calmon (FPC) e de sua Assessoria de Relações Internacionais, investindo na internacionalização e difusão da literatura baiana, promove o lançamento do 2º volume do livro Autores Baianos: Um Panorama. O evento vai acontecer no dia 25 de novembro (terça-feira), às 19 horas, no Goethe-Institut/ICBA (Corredor da Vitória), aberto ao público. A publicação em quatro idiomas (português, inglês, alemão e espanhol), neste novo número, apresenta 12 nomes que representam a atual produção literária da Bahia. A proposta é de que a obra seja utilizada em iniciativas de difusão em feiras e eventos literários internacionais, com distribuição estratégica, direcionada a agentes literários e editoras. 

A lista de autores participantes, de distintas gerações, perfis e gêneros, é formada por Antonio Brasileiro, Cyro de Mattos, José Carlos Limeira, José Inácio Vieira de Melo, Lande Onawale, Laura Castro, Luciany Aparecida Alves Santos, Marcus Vinicius Rodrigues, Maria da Conceição Paranhos, Mariana Paiva, Narlan Matos Teixeira e Tom Correia. Eles foram indicados por uma comissão especializada, composta por Aleilton Fonseca, Florentina da Silva Souza, Jailma dos Santos Pedreira Moreira, João Vanderlei de Moraes Filho, José Castello, Kelvin dos Santos Falcão Klein, Milena Britto e Rachel Esteves Lima, que também selecionou mostras dos trabalhos dos artistas para compor a publicação. Os textos são acompanhados por uma minibiografia.

Sobre o 1º volume do livro Autores Baianos: Um Panorama – Em outubro de 2013, o Brasil foi o país homenageado naFeira do Livro de Frankfurt, o maior encontro mundial do setor editorial. Esta ocasião foi palco do lançamento do 1º volume do livro, que reuniu 18 autores: Adelice Souza, Aleilton Fonseca, Állex Leilla, Antonio Risério, Carlos Ribeiro, Daniela Galdino, Florisvaldo Mattos, Hélio Pólvora, João Filho, Karina Rabinovitz, Kátia Borges, Lima Trindade, Luís Antonio Cajazeira Ramos, Mayrant Gallo, Myriam Fraga, Roberval Pereyr, Ruy Espinheira Filho e Ruy Tapioca. O livro foi difundido em outras feiras literárias e distribuído para editores, instituições e jornalistas especializados. A edição também foi enviada para grandes jornais, bibliotecas e universidades do Brasil e do exterior, além da Feira de Guadalajara, no México, evento de muita relevância para o mercado ibero-americano. Agentes literários de expressão, editoras estrangeiras que trabalham com literatura brasileira na Alemanha, Suíça, Itália, Reino Unido, França, Espanha e Argentina, centros de estudos literários brasileiros e tradutores literários de vários países também receberam o material.

Fonte Portal Secult/BA

Premiação de escritores escolares ocorreu na Sala Alexandre Robatto

Os vencedores do 1° Concurso Escritores Escolares de Poesia e de Redação 2014 foram premiados na tarde da última sexta, na Sala Alexandre Robatto (Barris), em solenidade especial, na data em que se comemorou o Dia Nacional da Alfabetização (14/11). Idealizado pela Diretoria do Livro e da Leitura (DLL), unidade da Fundação Pedro Calmon/SecultBA, estavam presentes na mesa de abertura a formadora do Gestar da Secretaria de Educação (SEC), Carolina Oliveira, o escritor mirim Lucas Yuri, a escritora Célia Silva e o diretor do Livro e da Leitura, João Vanderlei de Moraes Filho.

Estudante do colégio Mundo Mágico, na cidade de Santo Estevão (BA), Raquel Oliveira Rocha, 13 anos, foi à primeira colocada na categoria ‘Redação’. Fã de livros de suspenses e romances, ela explicou sobre seu tema. “Surgiu de um sonho e fala das relações familiares e do cuidado que devemos ter com os nossos pais e parentes. Acho muito importante esse concurso, porque estimula os estudantes a desenvolverem o contato com a escrita e com a leitura”.

Ganhadora na categoria ‘Poema’ e também de Santo Estevão (BA), a estudante Cintia Barbosa Leite, 13 anos, do colégio Mundo Mágico, estava muito contente com a premiação. Ela explicou que reescreveu seu texto muitas vezes até chegar à conclusão.  “Escrevi muito e de diversas formas meu poema. Às vezes ficava pensando sobre o poema mesmo fazendo coisas que não tinha nada a haver com a escrita, então foi uma surpresa muito feliz ser uma das ganhadoras”.
“É sempre muito bom participar de eventos como este. Isso atesta e estimula a nossa produção, por isso, desejo boa sorte a todos vocês e que essa seja a primeira vitória de muitas outras que vocês viram a ter”, disse o escritor mirim Lucas Yuri em sua fala aos premiados.

Neste dia, o diretor do Livro e da Leitura, João Vanderlei de Moraes Filho, fez uma homenagem ao poeta Dámario Dacruz, recitando o poema “Todo Risco”. A formadora do Gestar da Secretaria de Educação (SEC), Carolina Oliveira, também recitou textos de sua autoria e a escritora Célia Silva falou sobre a democratização de ensino da religião candomblé nas escolas. Os vencedores do 1° Concurso Escritores Escolares de Poesia e de Redação 2014 receberam certificados e os kits-livros, além disso, ocorreu o lançado do E-Book “Olimpiadaxé dos orixás”, da escritora Célia Silva. O público assistiu ao vídeo da campanha “Leia, Passe Adiante”, que visa promover e mantê-los em circulação livros de diversos gêneros literários entre o maior número possível de leitores.

Confira abaixo as fotos do evento de premiação.

Texto/ Fotos: Nerivaldo Goes















segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Videoconferência | Rede Nordeste do Livro, Leitura e Literatura


A Rede Nordeste do Livro, Leitura e Literatura (RNELLL) promove nesta quinta-feira (13/11), das 14h às 17h uma Videoconferência que pretende reunir as cadeias do setor de Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (LLLB) da região Nordeste, colocando em pauta os assuntos importantes relacionados ao setor, como: Informes Gerais e da DLLLB; Prestação de contas dos membros do Nordeste no Colegiado Setorial do Livro, Leitura e Literatura e no Conselho Nacional de Políticas Culturais; Informes e discussão da eleição para o Colegiado Setorial do Livro, Leitura e Literatura, que irá acontecer no primeiro semestre de 2015; VI Fórum da RNELLL, que acontecerá na XI Bienal Internacional do Livro do Ceará em dezembro/2014; Espaço Coletivo da RNELLL para a exposição de pequenas e médias editoras durante a XI Bienal Internacional do Livro do Ceará e discussões sobre a participação da RNELLL em Feiras, Bienais e Eventos Literários no Nordeste.

Os escritores, livreiros, editores, gráficos, capistas, tradutores, bibliotecários, mediadores de leitura, ilustradores, gestores estaduais e municipais e interessados em participar da videoconferência devem enviar um e-mail para roberto.minc@gmail.com até às 12h do dia 12 de novembro, informando o seu nome completo, RG ou CPF e a cidade. Os encontros acontecem nas salas do Banco do Nordeste (BNB) das capitais da região e vestá sendo mobilizado pela rede Nordeste (RRNE/MinC) e Bahia/Sergipe (BA-SE/MinC) do Ministério da Cultura.

Confira e endereço da videoconferência na Bahia:

Av. Manoel Dias da Silva, 2450 - Pituba, Salvador/BA

II Fórum de Legisladores Culturais da Bahia


Começam hoje (10/11) e vão até o dia 14 as inscrições para o II Fórum de Legisladores Culturais da Bahia. O evento será realizado entre os dias 17 e 18 de novembro na Biblioteca Pública do Estado da Bahia - Sala Luiz Orlando .

O objetivo do encontro é a formalização de uma rede de legisladores em cultura para trabalhar de forma articulada na Bahia, no intuito de fomentar e fortalecer a institucionalização, regulação e fomento das políticas públicas de cultura.

O Fórum será composto de discussões a respeito de legislações culturais, sistemas municipais de cultura, território de identidade e redes culturais, além de encaminhamentos para a organização e estrutura do Fórum.

Durante a primeira edição do evento, realizada em Feira de Santana entre os dias 10 e 11 de setembro deste ano, no Centro de Cultura Amélio Amorim, foi apresentado como resultado das discussões, um plano de ação com vistas à consolidação do Fórum de Legisladores Culturais, que será socializado com os participantes desta segunda edição.  Para se inscrever basta acessar a página oficial do evento

Confira abaixo a programação completa:

17 de novembro
8:00 – Credenciamento

8:30 – Apresentação da Escola de Dança da Funceb

8:40 – Saudação da Comissão do Fórum                                                  

9:00 – Políticas Culturais na Bahia e no Brasil
            Albino Rubim – Professor e Secretário de Cultura do Estado da Bahia

10:00 – Apresentação do blog

10:30 – Intervalo

10:45 – Cultura como direito
   Ana Aragão – Professora Mestre e Pesquisadora de Direitos Culturais

12:00 – Almoço

14:00 – Sistemas Municipais de Cultura e Territorialização da Cultura
            Sandro Magalhães – Professor e Superintendente de Desenvolvimento Territorial da Cultura

16:00 – Intervalo

16:15 – Compartilhamento de experiências legislativas  na área cultural na Bahia e no Brasil

18:00 – Encerramento

18 de novembro
09:00 – Credenciamento

09:30 – Organização de redes culturais
               Messias Bandeira – Professor Doutor da UFBA
                       
10:30 – Intervalo

10:45 – Organização e estruturação do Fórum

12:00 – Encerramento


Texto: Bruna Leite

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Cerimônia de premiação do I Concurso Escritores Escolares de Poesia e de Redação 2014


No Dia Nacional da Alfabetização (14/11), quando se comemora a importância do ensino para o desenvolvimento do indivíduo, a Diretoria do Livro e da Leitura (DLL), unidade da Fundação Pedro Calmon/SecultBA, realizará, às 16h, na Sala Alexandre Robatto (Barris), a cerimônia de premiação do I Concurso de Escritores Escolares de Poesia e de Redação – 2014.

Neste dia, haverá um bate papo com a participação de Daday Sales, coordenadora do Gestar/Secretaria de Educação do Estado, Caroline Oliveira, formadora do Gestar-SEC/BA, do escritor mirim Lucas Yuri, da escritora Célia Silva e João Vanderlei de Moraes Filho, diretor do Livro e da Leitura da Fundação Pedro Calmon.
Na ocasião, será feita a premiação e entrega dos certificados aos premiados, além do lançamento do E-Book Olimpiadaxé dos orixás, da escritora Célia Silva.

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Exposição REVISTAS LITERÁRIAS BRASILEIRAS - SÉCULO XX Acervo Paulo Cezar Alves Custódio - Paco Cac



A partir desta terça-feira, 04 de novembro, o Museu da Comunicação Hipólito José da Costa, dentro da programação da 60ª Feira do Livro de Porto Alegre, abre suas portas para a Exposição Revistas Literárias Brasileiras - SÉCULO XX.

Alguns exemplares e reproduções de capas das revistas brasileiras mais icônicas e representativas dos movimentos literários que marcaram o século XX, tais como, Kosmos, Klaxon, Terra Roxa, Revista Antropofágica, Festa, Joaquim, Quixote, Noigandres, Praxis, Invenção, Navilouca, Ímã, Bric a Brac, PósTudo, Gandaia, Urbana, Medusa, Babel e tantas outras, estarão à disposição dos visitantes.

No dia 14 de novembro, para refletir sobre o tema "Revistas Literárias Ontem e Hoje", haverá uma mesa redonda com a presença de Luis Turiba, Douglas Machado e Ronald Augusto, com mediação de Alexandre Brito (Sala Leste - Santander Cultural, 17horas).

A Exposição REVISTAS LITERÁRIA BRASILEIRAS - SÉCULO XX, bem como a mesa redonda Revistas Literárias Ontem e Hoje, homenageiam a memória do poeta, professor, pesquisador e amigo, Paco Cac. Paulo César Alves Custódio, estudioso das revistas literárias brasileiras, reuniu ao longo da sua vida um acervo invejável. Uma pequena amostra deste tesouro está em Porto Alegre graças à amizade e generosidade de sua filha, Pilar de Freitas.




Fonte:https://www.facebook.com/photo.php?fbid=781129558599328&set=a.464089353636685.105024.100001068724940&type =1&theater

Cai número de leitores no país e metade não lê



A terceira edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, a ser apresentada hoje na Câmara, revelou que a população leitora diminuiu no País. Enquanto em 2007 55% dos brasileiros se diziam leitores, hoje esse porcentual caiu para 50%.

São considerados leitores aqueles que leram pelo menos um livro nos três meses anteriores à pesquisa. Diminuiu também, de 4,7 para 4, o número de livros lidos por ano. Entraram nessa estatística os livros iniciados, mas não acabados. Na conta final, o brasileiro leu 2,1 livros inteiros e desistiu da leitura de 2.

A pesquisa foi feita pelo Ibope Inteligência por encomenda do Instituto Pró-Livro (IPL), entidade criada em 2006 por Câmara Brasileira do Livro (CBL), Sindicato Nacional de Editores e Associação Brasileira de Editores de Livros Escolares. "É no mínimo triste a gente não poder comemorar um crescimento", disse Karine Pansa, que acumula a direção do IPL e da CBL.

Participaram da apresentação representantes de entidades livreiras e do poder público, entre eles a ministra da Cultura, Ana de Hollanda. Ela destacou a importância do estudo para o direcionamento das políticas públicas do Minc e do Ministério da Educação. "Temos de ter um olhar da cultura que vai além do ensino e que abra os olhos para outras dimensões. O livro é que vai permitir a formação da cidadania", disse a ministra.

O levantamento foi realizado entre junho e julho de 2011, com 5.012 pessoas de 5 anos ou mais, em suas próprias casas. Todas as regiões do País foram incluídas e a margem de erro é de 1,4%.

Questões diversas

Para compor o mapa da leitura, questões diversas foram analisadas. Os principais motivos que mantêm leitores longe de livros são falta de tempo (53%) e desinteresse (30%). O livro digital, novidade deste ano, já é de conhecimento de 30% dos brasileiros e 18% deles já os usaram. A metade disse que voltaria a ler nesse formato.

A mãe não é mais a maior incentivadora da leitura, como aparecia na pesquisa passada. Para 45% dos entrevistados, o lugar é ocupado agora pelo professor. A biblioteca, tida como espaço para pesquisa e estudo, é o lugar escolhido para a leitura de um livro por apenas 12% dos brasileiros - 93% dos que leem o fazem em casa. Ter mais opções de livros novos foi apontado por 20% dos entrevistados como motivo para frequentar uma biblioteca. No entanto, para 33% dos brasileiros, nada os convenceria a entrar em uma.

Entre o passatempo preferido, ler livros, periódicos e textos na internet ocupa a sexta posição, com 28%. Na pesquisa anterior, o índice era de 36%.

Assistir à televisão segue na primeira posição, com 85% - em 2007, era a distração de 77% dos entrevistados.

Dos 197 escritores citados, os mais lembrados foram Monteiro Lobato, Machado de Assis, Paulo Coelho, Jorge Amado e Carlos Drummond de Andrade. Já os títulos mais mencionados foram a Bíblia, A Cabana, Ágape, O Sítio do Picapau Amarelo - que não é exatamente título de nenhum livro de Lobato - e O Pequeno Príncipe. Mas best-sellers como Crepúsculo, Harry Potter e O Monge e o Executivo também aparecem.



Autor: Maria Fernanda Rodrigues 
Fonte: Unisinos
http://amaivos.uol.com.br/amaivos09/noticia/noticia.asp?cod_noticia=20752&cod_canal=35

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Feira Móvel DLL no Curtavale


Joselita Sena (Servidora Pública no estande de vendas DLL/ FPC)

Diretoria do Livro e da Leitura (DLL/FPC) esteve presente no Festival de Curtas do Vale de Jacuípe 2014. Esse evento anual, conta sempre com a presença de personalidades baianas da sétima arte além de um bate papo com os organizadores do evento contando a história do Festival e todo o processo de construção do evento. A DLL marcou presença com o Feira Móvel, atuando sempre no fomento à leitura e promoção de escritores baianos, comercializando suas obras a preços populares. Representando a DLL, a Fundação Pedro Calmon contou com a presença dos servidores Dênisson Padilha Filho e Joselita Sena.


Texto: Bruna Leite
Foto: Dênisson Padilha Filho 

Outras Leituras: a vez do Rap

Clique na imagem para ampliá-la

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

1ª Parada da Leitura e do Livro da Bahia



Sexta-feira, 24,  é dia de livro e leitura no centro de Salvador.

A 1ª Parada da Leitura e do Livro da Bahia/2014 é uma ação conjunta da qual participam o Plano Municipal do Livro, da Leitura e da Biblioteca de Salvador,  Governo do Estado da Bahia, Prefeitura Municipal de Salvador, a Universidade Federal da Bahia, a Universidade Estadual da Bahia, a Secretaria Municipal de Educação, a Unifacs, a EMredando Leituras, Fala Escritor, Sarau da Onça, União Baiana de Escritores e outras instituições públicas e civis afeitas à causa do livro e da leitura e integra-se às comemorações da Semana Nacional do Livro e da Biblioteca. 
O objetivo da atividade é assegurar a democratização do acesso ao livro, o fomento e a valorização da leitura e o fortalecimento das cadeias produtiva, criativa e mediadora da leitura como fato relevante para o desenvolvimento da produção intelectual e do acesso aos bens culturais no âmbito do Estado da Bahia.

Estará presente também, expondo suas publicações, fomentando a democratização do acesso e difundindo o conhecimento, a Fundação Pedro Calmon/SecultBa.

Será um dia de muita leitura para a comunidade.

A gente se vê por lá.

terça-feira, 21 de outubro de 2014

I Seminário de Leitura Para Todos

Aconteceu, nos dias 9 e 10 de outubro, o I Seminário de Leitura para Todos na Biblioteca Pública do Estado da Bahia. O evento teve como tema central "Acessibilidade: Novos rumos para a inclusão". O evento contou com relatos e experiências dos participantes, oficinas, exibição de filmes e documentários, apresentações culturais das instituições convidadas. O evento contou também, além de outras atividades, com a feira de livros que sempre acompanha as ações de fomento à cultura realizadas por todo o Estado. Na feira estiveram presentes a Diretoria do Livro e da Leitura (DLL) e a Editora da Universidade Federal da Bahia (EDUFBA) comercializando seus livros a preços populares. 










Curso Castro Alves 2014 - IX Colóquio de Literatura Baiana

Clique na imagem para ampliá-la

Nos dias 21, 22 e 23 de outubro, a Academia de Letras da Bahia, realizará o Curso Castro Alves 2014 - IX Colóquio de Literatura Baiana. O evento coordenado por Aleilton Fonseca, terá uma homenagem ao centenário da da poeta Jacinta Passos (1914-1973) além da palestra Jacinta Passos, cem anos de poesia. O evento será realizado no Auditório Magalhães Neto, da Academia de Letras da Bahia, Avenida Joana Angélica, nº118, no bairro Nazaré - Salvador/Ba, ao lado da escola de Eletromecância. Confira no site a programação completa.

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Convite para lançamento da obra literária "O Sonho de Antonio" (Livro e CD) de Literatura de Cordel


Acontecerá, no dia 31/10/2014 no Centro de Convenções e Cultura - Inhambupe/BA, o lançamento da obra literária O Sonho de Antonio do escritor Antonio Batista de Santana. O lançamento do livro e CD de Literatura de Cordel é um projeto incentivado por edital da Fundação Cultural do Estado da Bahia - FUNCEB juntamente com a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia - SECULT. O evento que contará também com apresentações culturais terá acesso gratuito.


  
O que: Lançamento do Livro e CD de Literatura e Cordel com apresentações Culturais.
Quando: 31/10/2014 às 19h.
Onde: Centro de Convenções e Cultura - Inhambupe/BA.
Quanto: Entrada franca.

Participe, até 17/10, da consulta pública sobre recorte racial no circuito do livro

A Fundação Cultural Palmares (FCP), em parceria com a Diretoria do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas (DLLLB) da Secretaria Executiva do Ministério da Cultura (MinC), promove consulta pública sobre recorte racial e de africanidades no circuito do livro. Os dados, junto às contribuições de pessoas e instituições ligadas ao setor, serão sistematizados pelo Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra da FCP. O objetivo é que sirvam como referências para políticas públicas pelos próximos dez anos. 

A plataforma de colaboração é composta por sete questões sobre o tema, relevantes a orientação de diretrizes, objetivos e metas à qualificação do circuito do livro no país. Estará disponível até 17 de outubro.

Para participar da consulta, o interessado deve acessar o formulário AQUI.

Fonte: Assessoria de Comunicação / Ministério da Cultura do Brasil

sexta-feira, 10 de outubro de 2014

UESC PROMOVE FEIRA DO LIVRO E ENCONTRO DO PROLER




Os apaixonados pela leitura têm um motivo a mais para celebrar o mês de outubro. Serão realizados, entre os dias 20 e 24, na Universidade Estadual de Santa Cruz, a 2ª Feira Universitária do Livro da UESC e o XI Encontro Local do Proler. Respectivamente, com os temas ‘’Para todo mundo ler’’ e "Cidade iluminada: livros são luzes", os dois eventos se unem em uma grande parceria para fomentar o incentivo à leitura e chamar a atenção para a importância da formação de novos leitores na região. 

Além da comercialização de livros de diversas editoras universitárias, o público terá a oportunidade de participar de oficinas, palestras, bate-papos literários, mesas-redondas, exibições de audiovisuais, minicursos, sorteios e outras atividades que objetivam consolidar o evento e firmá-lo no calendário cultural e acadêmico regional. As inscrições para as oficinas já estão abertas até o dia 10/10 e podem ser feitas pelo site http://www.uesc.br/eventos/feiradolivro_e_encontroproler. As vagas são limitadas.

A parceria entre a a Editus (Editora da Uesc) e o Proler (Uesc) viabiliza uma série de atrações. Na terça, dia 21, às 9h30, a Conferência de Abertura do Encontro do Proler, “Por uma cidade iluminada: livros são luzes”, será ministrada pelo Prof. Dr. Fabiano dos Santos Piuba, atual diretor do Livro, Leitura e Literatura, do Ministério da Educação. Na mesma manhã, o Encontro conta também com a apresentação de João Vanderlei Moraes Filho, diretor do Livro e da Leitura da Fundação Pedro Calmon – Secretaria de Cultura da Bahia (SECULT- BA). 

Na noite do dia 21, a Abertura Oficial da Feira do Livro receberá a Prof. Dra. Tânia Rosing, idealizadora das Jornadas Literárias de Passo Fundo e do Prêmio Passo Fundo Zaffari e Bourbon da Literatura e a professora Tica Simões, doutora em Estudos Portugueses, comendadora da Ordem do Ensino Público de Portugal e consultora para assuntos literários e culturais.

Os eventos contam com a parceria do Ministério da Cultura, SECULT-BA, Fundação Biblioteca Nacional, Prefeitura Municipal de Itabuna - Secretaria de Educação, Prefeitura Municipal de Ilhéus-Secretaria de Educação e Secretaria de Cultura, FICC, DIREC-6 e DIREC- 7 e com o apoio da RFID, Editora Atlas, Canal Futura, TV Santa Cruz e Rádio Bahia FM.

Veja a programação completa em:  http://www.uesc.br/eventos/feiradolivro_e_encontroproler
Outras informações: 73 3680-5173/5096; feiradolivrouesc@gmail.com
Facebook: Editus -Editora da Uesc, ou pelo www.feiradolivrouesc.blogspot.com

De 20 a 24 de outubro, seu encontro é com a leitura. Compartilhe essa ideia e convide mais leitores para esse momento especial! 


Glória de Fátima Lima dos Santos
Profa. do Departamento de Letras e Artes - DLA
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ - UESC

quarta-feira, 8 de outubro de 2014

1ª Festa Literária da Univasf será realizada em outubro

Disseminar a literatura e os benefícios da leitura em toda a região é a proposta da 1ª Festa Literária da Univasf (Fliunivasf): a Festa Literária do Vale do São Francisco, que será realizada de 29 a 31 de outubro, como parte das comemorações pelos 10 anos da Universidade Federal do Vale do São Francisco (Univasf).O evento, idealizado e coordenadopelo Sistema Integrado de Bibliotecas (Sibi) da Univasf,irá acontecer no Complexo Multieventos, Campus Juazeiro (BA). A Fliunivasf será aberta ao público em geral e a expectativa é que cerca de duas mil pessoas visitem o evento durante os três dias. 
Como tema “Múltiplos Diálogos: Olhares e Expressões Interdisciplinares no Sertão”, a Festa Literária irá homenagear os escritores Ariano Suassuna e João Ubaldo Ribeiro, falecidos no último mês de julho. A programação do evento inclui palestras, mesas redondas, oficinas, feira de livros, lançamentos de obras literárias e sessões de autógrafo, exposições,exibições especiais do Cinema no Vale, além de apresentações de outras manifestações culturais, como música e dança.

A festa também contará com atividades específicas para o público infanto-juvenilno Espaço Infantil Chiquinho, onde haverá contação de histórias. E a literatura de cordel terá destaque durante o evento com uma área exclusiva, intitulada Espaço Cordel. As atividades serão realizadas simultaneamente ao longo do evento. 

A bibliotecária Sara Torres, integrante da comissão organizadora da Fliunivasf, destaca que a festa conta com o apoio de outras instituições parceiras, como a Embrapa Semiárido, a Fundação Pedro Calmon e editoras universitárias como a Edufba da Universidade Federal da Bahia (UFBA) além de livrarias, que estarão com estandes para exposição e comercialização de livros e outras publicações.

O evento também visa valorizar e resgatar obras literárias relacionadas ao Sertão. Nesse sentido, irá promover o lançamento de títulos com essa temática. “Pretendemos despertar na população do Vale do São Francisco o prazer pela leitura, ampliando o horizonte do letramento e fomentando o conhecimento através do livro e de temas ligados à literatura, à história do Sertão e às questões político-sociais”, destaca o diretor do Sibi, Lucídio Alencar. 

segunda-feira, 6 de outubro de 2014

Rede Nordeste do Livro, Leitura e Literatura prepara videoconferência



Uma videoconferência será realizada na quinta-feira (09/10) – das 14h às 17h – a qual pretende reunir as cadeias do setor de LLLB da região Nordeste, colocando em pauta os assuntos importantes relacionados ao setor, como: 

  1. Informes Gerais e da DLLLB; 
  2. Prestação de contas dos membros do Nordeste no Colegiado Setorial do Livro, Leitura e Literatura e no Conselho Nacional de Políticas Culturais; 
  3. Informes e discussão da eleição para o Colegiado Setorial do Livro, Leitura e Literatura, que irá acontecer no primeiro semestre de 2015; 
  4. VI Fórum da RNELLL, que acontecerá na XI Bienal Internacional do Livro do Ceará em dezembro/2014; 
  5. do Espaço Coletivo da RNELLL para a exposição de pequenas e médias editoras durante a XI Bienal Internacional do Livro do Ceará; 
  6. além de discussões sobre a participação da RNELLL em Feiras, Bienais e Eventos Literários no Nordeste.


O encontro acontece nas salas do Banco do Nordeste (BNB) das capitais da região (ver os endereços abaixo) e está sendo mobilizado pela Rede Nordeste do Livro, da Leitura e da Literatura (RNELLL) e as Representações Regionais Nordeste (RRNE/MinC) e Bahia/Sergipe (BA-SE/MinC) do Ministério da Cultura.

Os escritores, livreiros, editores, gráficos, capistas, tradutores, bibliotecários, mediadores de leitura, ilustradores, gestores estaduais e municipais e demais interessados em participar da videoconferência devem enviar um e-mail para roberto.minc@gmail.com até às 12h do dia 08 de outubro, informando o seu nome completo, RG ou CPF e a cidade.



SERVIÇO
Videoconferência da Rede Nordeste do Livro, da Leitura e da Literatura (RNELLL)
09 de outubro, 14h às 17h

BAHIA  | Salvador
Av. Manoel Dias da Silva, 2450 – Pituba



TEXTO: 
Camila Magalhães AsCom RRNE/MinC


Convite para o I Seminário Leitura para Todos

A Diretoria do Livro e da Leitura (DLL/ FPC), como membro integrante da Comissão de Leituras Inclusivas para Todos, convida para o I Seminário Leitura para Todos, que é um evento realizado pela Diretoria de Bibliotecas Públicas (DIBIP) e tem como principal objetivo promover uma discussão entre o Sistema Estadual de Bibliotecas Públicas do Estado da Bahia (SEBP-BA) e a Sociedade Civil, salientando a necessidade e a importância de se assegurar a irrestrita acessibilidade nas Bibliotecas, tendo em vista adoção de medidas que garantam o acesso de todos à leitura, bem como aos eventos culturais promovidos por essas instituições.  O evento que terá entrada gratuita, será realizado na Biblioteca Pública do Estado da Bahia, nos dias 9 e 10 de outubro tendo início das 9h às 17h.   

Sobre o evento:

O que: I Seminário de Leitura para Todos
Quando: 9 e 10 de outubro (Quinta e sexta-feira) das 9h às 17h
Onde: Biblioteca Pública do Estado da Bahia, Rua General Labatut, nº27 - Barris (SSA/BA)
Quanto: Entrada franca

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

III Simpósio de Literatura Baiana / I Semana de Letras

Programação

30/9

13:30 – Apresentação Musical: Dó Nascimento

14:00 – Conferência de Abertura: Prof. Dr. Jorge de Souza Araujo (UEFS) – De Gregório a Raul: literatura baiana em curso

15:00 – Conferência I  Profa. Drª Jerusa Pires Ferreira (PUCSP)

16:00 – Sessão de lançamentos:
O Arlequim da Pauliceia - imagens de São Paulo na poesia de Mário de Andrade e O desterro dos mortos – Aleilton Fonseca; Chuva Secreta – Állex Leilla; Memórias miraculosas de Nestor Quatorzevoltas– Antonio Brasileiro; Estante Viva – Cleberton Santos;Matrizes Impressas  do Oral: conto russo no Sertão – Jerusa Pires Ferreira; O Dicionário Amoroso de Salvador – João Filho;Sons do sertão: Luiz Gonzaga, música e identidade – Jonas Rodrigues de Moraes; Todas as cartas de amor – Lilian Almeida; Graciliano Ramos e o desgosto de ser criatura e Profecias morenas: discurso do eu e da pátria em Antonio Vieira–Jorge de Souza Araujo; A arte de brincar com a poesia – Luiz Valverde; 110 Poemas –Roberval Pereyr;

17:00 – Coffee-break

19:00 – Palestra 01: (falta título) Franklin Maxado  Cordelista e Xilogravurista

19:40– Palestra 02: Jorge Amado e Ariano Suassuna: a construção de um discurso universal a partir do regional -  Prof. Dr. João Evangelista do Nascimento Neto (UNEB)

20:20 – Mesa redonda I: Sertão literário - entre letras e vozes

Profa. Dra. Andréa N. Mascarenhas Silva (UNEB)

 Prof. Me. Maurílio Antonio Dias de Sousa (UNEB)

Prof. Me. Orlando Freire Junior (UNEB)

21:10 –Programação Cultural

21:30 – Coffee-break

1/10

8:30 – Conversa com escritores - Mesa Redonda II: Literatura popular na interface com a cultura letrada.
Adriano Eysen, Franklin Maxado, Cleberton dos Santos, José Inácio Vieira de Melo, João Filho

10:00 – Coffee-break

10:20 – Conversa com escritores – Mesa Redonda III: Literatura popular na interface com a cultura letrada.
Antonio Brasileiro, Roberval Pereyr, Jorge Araújo, Aleilton Fonseca, AllexLeilla

14:00 – Conferência II: Prof. Dr. Aleilton Fonseca: Nhô Guimarães

15:00 – Mesa Redonda IV: Cantar e contar: floresta, mata e cidade
Profa. Dra. Rosana Ribeiro Patrício (UEFS)
Profa. Ma. Veronica Almeida Trindade (UEFS)
Profa. Ma. Maria Fernanda (UEFS)
Profa. Ma.. Mariana Barbosa (UEFS)

16:10 -  Mesa Redonda V: Estágio, Letramentos e Prática Pedagógica: Desafios e Perspectivas.
Profa. Ma. Úrsula Anecleto (UNEB
Profa. Dra. Janine Fontes (UNEB)
Prof. Me. Murillo da Silva Neto (UFOB)

17:10 – Coffee-break

19:00 – Palestra 03: As narrativas orais e suas tessituras com a escrita e o audiovisual
Profa. Dra. Edil Silva Costa (UNEB)

19:40 – Mesa Redonda VI :Música, literatura e oralidade: as diferentes dimensões da cultura sertaneja.
Prof. Dr. Rogério Silva (UNEB)
Prof. Dr. Jonas Rodrigues de Moraes (Faculdade do Médio Parnaíba FAMEP)
Profa. Ma. Sinara Carneiro de Oliveira (Colégio Estadual Virgílio Francisco Pereira).

20:40 – Mesa Redonda VII: Entre a oralidade e a cultura letrada: diálogos com escritores baianos
Profª Drª Carla de Quadros (UNEB)
Prof. Dr. João Evangelista do Nascimento Neto (UNEB)
Profª Drª. Lilian Almeida de Oliveira Lima (UNEB)

21:30 – Coffee-break

2/10

8:30 – Sessões de Comunicações

8:30 – Minicursos:
Fernando Pessoa: as máscaras da teatralidade – Adriano Eysen (UNEB)
O Sertão no discurso literário brasileiro: breves considerações– Robson Batista de Lima (UNEB)
A semiótica da canção brasileira – Marcos Botelho (UNEB)
Oficina de fotografia: "escrevendo o mundo em imagens" – Carolina Ruiz (UNEB)

14:00 – Conferência III: Imaginário Literário no Cinema Baiano
Prof. Dr. Claudio Cledson Novaes (UNEB)

15:00 – Mesa redonda VIII:A literatura do norte ao sul da Bahia
Prof. Me. Cleberton dos Santos (IFBA)
Prof. Me. Joabson Figueiredo Lima (UNEB)
Falta incluir um terceiro debatedor.

16:00 – Mesa Redonda IX: Literatura: Cinema, TV, Literatura & Música: tramas culturais na província planetária da Bahia
Prof. Me. Marcos Botelho (UNEB)
Prof. Me. Marielson Carvalho (UNEB)
Prof. Me. Gildecide Oliveira Leite (UNEB)

17:00 – Encerramento

17:20 – Coffee-break


Leia mais: http://i-semana-de-letras-de-coite.webnode.com/servi%C3%A7os/programa%C3%A7%C3%A3o/

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Escritor baiano lança livro em Cordel sobre Copa do Mundo no Brasil

As histórias da copa do mundo de 2014 no Brasil narradas em mais de 1400 versos de cordel. Esta é a proposta do livro "2014: o ano d copa no país do futebol", escrito pelo cordelista baiano Elton Magalhães, que será lançado no dia 25  de setembro, às 19h, na livraria Saraiva do Shopping Iguatemi, em Salvador. Publicado pela Editora Mondrongo, a obra pode ser considerada um imenso folheto de cordel que conta a saga da seleção e do povo brasileiro.

Em mais de 200 estrofes, a obra está dividida em quatro partes - O País, Os Povos, As Partidas e O Escrete Brasileiro - e destaca o que ocorreu de mais importante dentro e fora do campo durante o campeonato mundial. São retratados o contexto político tumultuado envolvendo manifestações populares e casos de xenofobia, a festa promovida por diversos povos e outras tantas peculiaridades. "O poeta narra a saga do nosso povo com uma visão sócio-política-futebolística, que agrada mais que a seleção jogando em casa", escreve o cordelista e professor Jotacê Freitas, no prefácio do livro.

Elton Magalhães, 29 anos, é poeta-cordelista, mestre em Literatura pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), professor da Universidade Católica de Salvador (UCSal) e do Instituto Federal Baiano (IF Baiano). Antes do livro "2014: O ano da copa no país do futebol" já havia produzido 10 folhetosde cordel sobre temas variados como homofobia, escolas literárias, encontro com o roqueiro Raul Seixas e o próprio futebol, com um cordel que conta a história do Esporte Clube Bahia, seu time do coração. "Inicialmente a ideia era apenas narrar os jogos, por isso desde o início fui acompanhando todas as partidas. Depois notei que era importante tratar não apenas o futebol, mas trazer para o texto questões políticas  e sociais que envolveram a Copa do Brasil, assim como retratar a festa fora dos estádios, principalmente no que diz respeito à mistura de povos, tão comum em um evento como esse", explica.

O fiasco da seleção canrinho na copa após a derrota de 7 a 1 diante da Alemanha por pouco não jogou um balde de água fira a empolgação do autor. "Eu pensei que o livro acabaria por ali. Ingenuamente confiava na vitória da seleção, inclusive enquanto escrevia o livro imaginava um final vitorioso para o escrete brasileiro", diz. Mas o projeto seguiu em frente e será lançado na próxima quinta-feira (25/09).

Sobre o Lançamento:

O que: Lançamento do livro "2014: O ano da Copa no país do futebol"
Quando: 25 de setembro (quinta-feira), 19h
Onde: Livraria Saraiva do Shopping Iguatemi (Salvador)
Quanto: R$26 (Preço de lançamento)

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

A Fundação Pedro Calmon/Secult/BA na 1ª Festa Literária Internacional da Chapada Diamantina #FLICH


A Fundação Pedro Calmon/Secult/BA, representada pela Diretoria do Livro e da leitura - DLL/FPC, participou da 1ª Festa Literária Internacional da Chapada Diamantina, em Lençóis/BA, realizada de 3 a 7 de setembro.
A DLL/FPC participou da FLICH com o projeto Feira de Livros, que recebeu a visita de aproximadamente 1.000 participantes  do evento. Além dos participantes o estande da FPC, instalado no Mercado Cultural, recebeu escolas públicas e privadas de Lençóis/BA. Ao visitar o estande, 20 estudantes, da Escola Primária Pingo de Gente, foram recepcionados pela servidora da FPC, Joselita Sena, que os presenteou com livretos de literatura de cordel.
A entrega dos livretos aos estudantes atenta para a "Leitura como prática social", a partir de um dos três eixos do Plano Estadual de Leitura/PELL/BA, uma política pública desempenhada por outras instituições da Secult/BA e, com devida relevância, pela Diretoria do Livro e da Leitura da Fundação Pedro Calmon/Secult/BA.




Foto/ Texto: Neusa Martins 

terça-feira, 2 de setembro de 2014

Adiada a votação do Plano Estadual de Cultura na Assembleia Legislativa da Bahia


Comunidade cultural poderá acompanhar a sessão, adiada para 15 horas do dia 9 de setembro, na galeria do plenário da ALBA

O projeto de Lei 20.864/2014 – que institui o Plano Estadual de Cultura da Bahia, encaminhado à Casa Civil e Assembleia após passar por consulta pública, será votado na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), no Centro Administrativo (CAB) na próxima terça-feira, 09 de setembro, às 15 horas. A comunidade cultural poderá acompanhar a sessão na galeria do plenário da ALBA. A aprovação do Plano é um passo fundamental para conferir maior estabilidade às políticas culturais no estado, na medida em que dialoga com o Plano Nacional de Cultura, aprovado pelo Congresso Nacional em 2010 e que tem vigência de dez anos. O conteúdo do Plano encaminhado à ALBA pode ser lido no site da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (www.cultura.ba.gov.br).

“O Plano Nacional de Cultura constitui-se em uma política de longo prazo, para além de governos, e implica na elaboração de planos estaduais e municipais. Em 2011, a Assembléia Legislativa da Bahia aprovou, por unanimidade, a Lei Orgânica da Cultura, que institui o Plano Estadual de Cultura da Bahia. Agora, a Assembléia Legislativa vai votar o conteúdo deste plano, construído com base nas conferências estaduais de cultura realizadas em 2005, 2007, 2009 e 2011, em consulta pública e na aprovação pelo Conselho Estadual de Cultura. O Plano Estadual de Cultura é fundamental para a cultura e as políticas culturais na Bahia. Ele vai dar mais estabilidade ao desenvolvimento cultural baiano”, afirma o secretário estadual de Cultura da Bahia, Albino Rubim.

Ao implementar a Lei Orgânica - legislação que funciona como referência para a estruturação de uma política de Estado, envolvendo conceitos, princípios, modelo de gestão e financiamento, o Governo institucionalizou o Sistema Estadual de Cultura e instâncias de deliberação, como a Conferência Estadual de Cultura e o Fórum de Dirigentes Municipais de Cultura, além de tornar  obrigatória a execução do Plano Estadual de Cultura. A implantação do Sistema Estadual de Cultura é uma das principais diretrizes desta gestão no campo da cultura. O Sistema constitui-se de um processo de articulação, gestão e promoção conjunta de políticas, pactuadas entre os entes da federação – governos federal, estadual e municipal – e a sociedade civil.


Plano Estadual de Cultura - As prioridades estabelecidas no Plano são fruto das conferências estaduais de cultura promovidas entre os anos de 2005 e 2011 e de outros encontros, como reuniões com os membros do Conselho Estadual de Cultura e a comissão da rede de Pontos de Cultura da Bahia. O plano contempla as mais diversas áreas e grupos culturais. As informações do documento estão divididas da seguinte forma: Diagnóstico cultural, que busca fornecer subsídios para definir ações prioritárias; Princípios e objetivos que devem orientar o Plano, de acordo com Lei Orgânica da Cultura da Bahia (Lei nº 12.365/2011) e Diretrizes, estratégias e ações, que deverão ser executadas ao longo de dez anos.




Fonte:
Assessoria de Comunicação 
Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SecultBA
Tel – (71) 3103-3442
Adriana Jacob – (71) 9983-5278 ascom.secultba@gmail.com
Rodrigo Lago – (71) 8265-0071 – lagorodrigo@gmail.com